Conceito de Gramática

Denomina-se gramática a reunião ou exposição metódica dos fatos de uma língua. Quando tal estudo abrange, simultaneamente, diversas línguas congêneres, isto é, filiadas à mesma origem e, portanto, semelhantes, ele constitui o que se denomina “gramática geral” (ou comparativa). Se a gramática visar apenas aos fatos de uma língua particular, ela será “gramática particular”, que passará a chamar-se portuguesa, francesa, inglesa etc., se visar exclusivamente da origem de uma língua e dos processos de sua formação se chamará “gramática histórica”, se, porém, visar os fatos atuais de uma língua, mostrando e ensinando as regras vigentes para seu perfeito manuseio, ela será “gramática expositiva” ( normativa, descritiva ou prática). É essa que estudamos em relação à nossa língua.

Ilustrando o Conceito…

Você sabe o que é um igapó? Na Amazônia, igapó é um trecho de mata inundada, uma grande poça de água estagnada às margens de um rio, sobretudo depois da cheia. Parece-me uma boa imagem para a gramática normativa. Enquanto a língua é um rio caudaloso, longo e largo, que nunca se detém em seu curso, a gramática normativa é apenas um igapó, uma grande poça de água parada, um charco, um brejo, um terreno alagadiço, à margem da língua. Enquanto a água do rio / língua, por estar em movimento, se renova incessantemente, a água do igapó / gramática normativa envelhece e só se renovará quando vier a próxima cheia. Meu objetivo atualmente, junto com muitos outros lingüistas e pesquisadores, é acelerar ao máximo essa próxima cheia…

Fonte: Yahoo

Participe da discussão

4 comentários

  1. oi,gostei do seu blog tem muitas coisas gostaria que vc me passase o site q vc fez seu blog e algumas frescurinhas pq eu fiz o meu e n sei quase nada e ele é muit vazio xauu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *