Amigos,

Essa é uma carta de despedida.

Estou me desligando da FLOART e vou partir para novos desafios profissionais. Minha missão agora é entrar na área da comunicação e design. Foi uma opção que fiz para ter mais aprendizado ainda na profissão que escolhi. Tenho consciência das dificuldades que vou ter, mas são com esses obstáculos que quero ganhar maturidade e crescimento.

Minha trajetória na FLOART começou em 1997 como aprendiz. Eu tinha 14 anos e estava na sexta série. Quem me convidou a trabalhar na empresa foi o Genival, que além de ser um amigo, me ajudou muito com as minhas primeiras dúvidas. Na época trabalhavam na loja: Genival, Clarice, Cleber, Elaine e a Débora. Aprendi muita coisa e tenho que agradecer sinceramente a essas pessoas que muito marcaram minha vida. Foi principalmente a Débora que me ensinou a ganhar ritmo de trabalho, a falar com o cliente a ter disciplina e responsabilidade com prazos e horários.

Sempre fui muito curioso e prestativo. Os tempos passaram até que fui assumindo responsabilidades. Foi um momento importante na minha carreira. Sempre fui o “funcionário multiuso”, que não escolhe tarefas e resolve qualquer desafio. Na maioria das vezes, a produção me deixa empolgado!

A empresa cresceu e novas pessoas chegaram. Quando aceitei o desafio de “gerenciar” a loja, não imaginava o que viria pela frente. Foram experiências muito interessantes. Pessoas como a Jocilene, Cássia, Vanessa, Alessandra e até mesmo fornecedores me davam apoio e motivação nas horas difíceis.

Só que num determinado momento, senti que precisava ter novas experiências. Comuniquei ao Genival que ia sair. Dei a notícia com o coração apertado. Desde então fiquei imaginando como escreveria essa carta para explicar minha saída para vocês.

A FLOART foi minha terceira casa profissional. Aqui eu fiz, ganhei e vou deixar amigos muito especiais. O que mais vou sentir falta é do “sentimento de união na hora que o negócio aperta”. Isso acontece em alguns momentos e chegava até a me emocionar às vezes. São tantas histórias e recordações que daria para escrever um livro.

Também quero registrar minhas desculpas a quem tem ou guarda qualquer diferença em relação a mim. Como marinheiro de primeira viagem e chefe da tripulação, alguns métodos eram necessários para sobrevivência de todos. Continuem assim!

A FLOART vai crescer cada vez mais com a união e empenho de vocês.

Genival, Viviane, Alessandra, Jocilene, José, Nilza, Vanessa, Cláudia, Fábio e outros que já se foram, MUITO OBRIGADO por tudo que cada um me ensinou aqui.

Dedico aqui meus votos de agradecimentos aos colegas de trabalho, fornecedores e clientes que tornaram-se meus amigos!

Quando acontecer aquela festa, lembrem de mim!

Com um forte e sincero abraço,

Rogério Costa [São Paulo, 27/06/2008]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *