O marketing de sua empresa está obsoleto?

Sem dúvida o marketing sempre se caracterizou como crucial para as empresas, pois o mesmo se delinea como essencial em qualquer estratégia que visa atingir o público. No entanto, atualmente muitos tem se perguntado sobre sua factual eficácia em nossos dias.

Absolutamente conveniente para as organizações, o marketing tem como um de seus aspectos, a capacidade de se adaptar de modo criativo as novas demandas do mercado. Não obstante, gradativamente tem se tornado notável, como uma de suas vertentes vem tomando maior proporção em eficiência, e incitando cogitações sobre, se a menina dos olhos de Kotler, estaria prestes a ceder seu trono para sua mais nova descendente, o Inbound marketing.

O MARKETING CLÁSSICO:

Os métodos tradicionais, a tanto tempo como número #1 no palio, utilizando-se de veículos como impressos, outdoors, spans, rádio e tv, têm se descoberto com falhas emergentes, não atingindo os mesmos resultados de outrora, uma vez que agora o comportamento do mercado é outro; logo, velhas táticas já não se adequam e soam como retrogradas perante os consumidores.

Suas ações chegam até o público através da interrupção, isto é, o cliente não estava a procura de determinado anúncio, ele simplesmente lhe foi projetada de forma inesperada, enquanto este assistia um programa televisivo, ouvia uma música, ou caminhava pela rua. Todavia, perante as novas percepções do target, que tem manifestado progressiva insatisfação quanto a isto, mostra que não deseja mais ser alvo de campanhas intromissivas, e que pelo fato de não estar a sua procura, estas não representam nenhum valor significativo.

POR QUE O MARKETING TRADICIONAL NÃO É MAIS O FAVORITO EM ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO?

  • Por usar mídias tradicionais, o velho marketing exige investimento de alto valor para sua prática, custo de 62% superior a metodologia Inbound; além de contínuos investimentos de mesmo porte ou até superior;
  • As projeções quanto ao ROI detêm períodos mais longos, tornando crítica sua viabilidade para empresas mais sensíveis;
  • Comporta em si alguns fatores que dificultam a ação das empresas, como data/horário de divulgação em determinado canal e tempo que permanecerá sendo veiculado;
  • A mensuração de resultados é dificultosa e prolongada, necessitando de mais recursos em mecanismos de análises;
  • O marketing de interrupção prende a atenção do público por pouco tempo;
  • Pesquisas comprovam que, número de aparelhos de televisão ligados não representam igual audiência;
  • É continua a queda de porcentagem de pessoas que Lêem jornal impresso;
  • Utiliza-se de meios unidirecionais, ou seja, o consumidor não pode interagir com a marca;
  • O público vem demostrando gradativa instistação quanto as campanhas intromissivas, pois não se agrada em ser interrompido por ações midiáticas que não procurava, ou seja, não lhe tem valor, consecutivamente não despertando seu interesse;

O QUE AS VELHAS CONCEPÇÕES ESTRATÉGICAS REPRESENTAM PARA SUA EMPRESA:

A essência do marketing, indiscutívelmente é atingir de modo assertivos os consumidores, todavia, o público manifestamente não tem aceito as velhas medidas até então empregadas, posto que, não identificam valor. No presente, o que lhes tem atraído, é a oferta de conteúdo relevante, conteúdo que os próprios se dispõem a buscar, totalmente o oposto do que o marketing tradicional aplica, na verdade “empurra”.

Com custo muito mais elevado, e necessitando de contínuos investimentos, o Marketing clássico não vem a ser sinônimo de melhor estratégia para sua empresa, uma vez que a internet tem disponibilizado melhores soluções, muito mais adaptáveis e de acordo com o que demanda o target.

E então, já não está na hora de reavaliar suas estratégias de marketing?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *