Marketing: engrenagem essencial de todo negócio

“Marketing autêntico não é a arte de vender o que você faz, mas saber o que fazer. É a arte de identificar e compreender as necessidades dos consumidores e criar soluções que tragam satisfação aos consumidores, lucros aos produtores e benefícios aos acionistas.” Phillip Kotler

Atualmente o Marketing é mais do que reconhecido como engrenagem fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Suas múltiplas estratégias tem por escopo, cativar o consumidor a partir de investidas que ofertem valores percebidos, tanto para o consumidor, como para quem se empenha em iniciar a barganha, de modo que ambos os lados relativamente obtenham resultados lucrativos.

Despontado no período da segunda guerra mundial, o marketing no transpassar do tempo continuamente tem derivado novas vertentes que sempre ratificaram sua principal essência: criar valor, incitar a satisfação do público e aproximá-lo da marca.

Desde de que nascemos somos clientes dele, mesmo os leigos na matéria podem compreender o quão nos permitimos envolver por suas ações. Contudo, ao mesmo tempo que seus esforços tem a maestria de encantar, nos bastidores de sua área é que de facto se pode ver tudo acontecer nos mínimos detalhes, para só então vir a luz os resultados surpreendentes.

Sua natureza é composta de demasiado estudo de mercado, igualmente por óptica crítica sobre publicidade, vendas e pós-vendas, custos e benefícios para o negócio, bem como estatísticas e comportamento de consumo, no arquitetar de táticas calculadamente planejadas e sincronizadas que efetivamente farão emergir efeitos profícuos.

Diferentes métodos se aplicam ao marketing, afinal, o mesmo sempre foi referência quando tratamos do diferencial de um negócio, entretanto, em contraposta ainda é possível encontrar profissionais do ramo que optam pelo tecnicismo, grave garfe que inibe os verdadeiros proveitos que a empresa poderia usufruir.

Qualidade e autenticidade de conteúdo se edificou como a regra de ouro para se alçar bons resultados, afirmação enquadrada pelas novas tendências comportamentais do público, tal qual suas novas formas de consumo, tanto de produtos e serviços, como também de mídia.

Parte inseparável das estratégias, sem dúvidas, são seus meios de veiculação, e a internet se edificou como um dos canais de maior destaque em comunicação.

Nosso país é um dos principais consumidores de conteúdo online, logo, o espaço digital se revelou como fértil terreno para se aplicar ações institucionais, otimizando as atividades e possibilitando a mensuração de cada uma delas.

Interagindo com a web, pode-se perceber o potencializar das práticas do marketing, em paralelo a versatilidade e baixo custo dos investimentos, o que gradativamente vem atraindo os olhares das empresas.

Segundo dados do IBGE, um número dominante das organizações nacionais são de pequeno e médio porte, e as mesmas, de modo crescente, têm se dedicado em investir nas estratégias de marketing digital, em decorrência de custo mais acessível e, principalmente, de sua grande eficácia, se tornando forte tendência no mercado hodierno, assim como afirmado por Kotler:

“A maior parte do marketing hoje está se mudando do mercado para o ciberespaço.”

Os atributos conectados ao marketing, congloba uma rica gama metologias, tal qual o neuromarketing, que como já comprovado cientificamente, é altamente proveitoso e conveniente para as táticas a serem aplicadas, assim como a metodologia de programação neuro linguística que por meio do online, podem ser muito bem trabalhadas.

No entanto, a originalidade é um item incondicional a ser empregado no marketing, uma vez que a “pasteurização” de estratégias se caracterizam como verdadeiras âncoras de qualquer intento de progresso.

“A diferenciação proposta pelo Marketing lá no pós guerra vale até hoje. Se você tem um por quê, sabe como e o quê fazer, desconfie de promessas milagrosas. Cuidado com produtos ou serviços enlatados.

Robotização funciona muito bem nas linhas de produção da indústria ou em contextos de computação em nuvem, por exemplo, onde é necessário escalar processos para aumento da produtividade e receita financeira. Quando se fala de pessoas, opte sempre pela personalização, pelo orgânico, flow, pela originalidade.”  Rogério Costa, publicitário e estrategista de Internet Marketing Promotion na Agência Oibe.

Como todos os elementos que compõem nossa sociedade, a matéria do marketing igualmente se inclui na dinâmica de constantes renovações e aperfeiçoamento, contudo, a natureza de seu objetivo não deve ser alterada, mas sim, ratificada: construir uma identidade e gerar valor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *